domingo, 3 de março de 2013

Traição! (CP)

Já faz um tempo que busco escreves algo sobre traição, e navegando no face encontrei o post de uma menina que fala mais ou menos o que eu gostaria de dizer! É um misto de Paixão não respondida e traição...
Não alterei nada esta fiel ao texto original! Segue ai:



De Agatha:
18/02/13

O ruim de ficar tanto tempo solteira é q vooc vê muitas coisas q não devia. Ou q todas deviam ver, naosei. E acredita cada vez menos em relacionamentos, lealdade, confiança.
Tem vontade de ser solteira pra sempre, só pra não ter q passar por tudo aquilo q vooc já conhece de tras pra frente, ainda q te alguem faça falta todo dia. Poorq ter alguem tmb faz decepção, de sobra. E eu não to afim.
Vejo todos os dias os caras comprometidos, perdendo completamente a linha por ai. Colocando a namorada no bolso, sem o minimo de respeito ou consideração, pegando amg, prima, mãe e depois se declarando nas redes sociais. E me da náuseas, definitivamente, não é isso q eu quero pra mim. Não to generalizando. To lamentando oq eu mais vejo na minha vida. Lamentando a morte gradativa da minha esperança de amor e coisas bonitas. Esses dias minha amg ficou, pela milésima vez, com um carinha q namora. Eles tem tipo um rolo, o cara é galinha profissional, mas ele no facebook é encantadoramente apaixonado, figura clássica. 
Mais tarde, eu tava ficando com um garoto qualquer e ele recebeu uma msg q dizia 
"Eu te amo demais, mesmo vooc não acreditando. Espero pelo dia q vamos ficar juntos pra valer.",
ele leu, fechou e me beijou, sem esboçar nenhuma reação. Me deu um alívio enorme de estar ali por estar. E eu não consigo parar de pensar na historia por tras daquela msg. E nem como aquela menina devia ta se sentindo naquele momento, no quanto ela devia te relutado pra escrever aquilo e se rendeu, num gesto de esperança, mais uma tentativa de fazer dar certo, de felicidade a dois. No quanto ela podia ser ou ja foi eu. E principalmente o meu medo é de um dia voltar a ser a menina q envia a msg.




...

Nenhum comentário:

Postar um comentário